Delphos Instituto de Psicologia e Hipnose

D e l p h o s   P s i c o l o g i a

        Disfunção Erétil

Esta se caracteriza pela falta de apetite sexual. Veja mais...

HOME PSICOLOGIA HIPNOSE FILOTERAPIA CURRÍCULO FALE CONOSCO IMPRENSA CLÍNICA

 
 

    Logoterapia

 
 

A Logoterapia foi criada por Viktor Emil Frankl, que foi o primeiro psicólogo a viver num campo de concentração e a sobreviver. A Logoterapia nasce em meio ao seu trabalho num campo de concentração em benefício dos aprisionados e mediante a vivência do seu criador, o qual viu morrer seu pai, sua mãe e irmãos e Tilly, sua esposa, com a qual só pôde viver poucos meses.

A Logoterapia é a psicoterapia que se concebe através da busca do sentido vital (Logos é sentido e terapia é cura). Ela não é a procura de “um”, mas a procura “do” sentido, porque não se trata de inventar um sentido. Ele já existe e nossa tarefa é encontrá-lo. Segundo a Logoterapia, essa busca é uma vocação, um apelo, uma espécie de chamamento que nasce do íntimo de cada ser humano, porque é na intimidade de cada um que ele está plantado.

É uma ciência que acredita que o homem, por ser consciente é livre, é incondicionado, contrariamente à crença dos comportamentalistas, que acreditam no homem como fruto do meio. Crê que o homem é um ser espiritual (bio-psico-sócio-espiritual) e a pessoa humana tem vocação para a liberdade e que, por ter consciência de sua responsabilidade para com a vida, deve ser tratada como capaz de ser livre, de pilotar seu destino nas condições mais adversas.  

A Logoterapia inova por trazer a dimensão noética ou espiritual humana para a compreensão do homem e se utiliza de três elementos disciplinares essenciais: “liberdade da vontade”, “vontade de sentido” e o “sentido da vida”. Busca auxiliar as respostas para questionamentos como: O que você está fazendo de sua vida? Falta concluir alguma coisa? O que está fazendo para concluí-la? Será que o tempo será suficiente?  

A Logoterapia, como psicoterapia existencial, busca compreender, junto ao homem que foi atirado no mundo, o conflito existencial perante as suas preocupações básicas: a morte, a liberdade, o isola­mento e a falta de um sentido para a vida. A Logoterapia é a única forma de análise existencial que, além de ter uma filosofia humanista, utiliza algumas técnicas clínicas para atuação prática que são: intenção paradoxal, derreflexão, apelação, diálogo socrático e denominador comum.

 

  

  Copyright © Delphos Instituto de Psicologia e Hipnose